já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Manuela quer debate público

não parece que o governo deva aceitar
Foto: divulgada pela Lusa, sem autor
A presidente do PSD, Manuela Ferreira Leite, mostrou-se ontem disponível para um debate público com o primeiro-ministro, José Sócrates, para discutirem a crise económica e encontrar as melhores soluções para a superar.

A declaração da líder social-democrata surge na sequência das previsões anunciadas pelo Banco de Portugal, que antecipou uma recessão técnica na segunda metade de 2008 e de 0,8 por cento para este ano, e à entrevista do primeiro-ministro à SIC.

Manuela acusa José Sócrates de se manter “cego aos sinais, surdo aos avisos e insensato na acção” apesar dos problemas crescentes na sociedade portuguesa e dos erros das propostas do Governo, pelo que é essencial discutir agora o estado da economia.

Cremos que seria útil para o País que acabassem com guerrilhas políticas, que não passam de conversa fiada, já que ninguém tem a varinha mágica capaz de resolver a crise.

Estão a ser gastas demasiadas palavras, para as quais o «Zé Pagante» já não tem paciência. Debates públicos resolvem alguma coisa? Sentem-se, mas é, ambos à mesa, analisem, procurem soluções.

Acima de tudo, assumam, Governo e oposição, o dever patriótico de colaborar nas soluções..

11 comentários:

Ediberto disse...

Como ninguém fala com esta sra e ela se sente muito só, quase pede por favor para o 1º ministro falar com ela.

Anónimo disse...

Nada mais justo, mas sócrates acobarda-se porque ele é bom somente a falar sozinho ou com jornalistas do sistema.

Ericeira, 8/Janeiro/09

Anónimo disse...

sr primeiro ministro nao perca tempo com debates a coisas mais importantes a resolver no nosso pais que acalmar a solitude de uma senhora que se sente so. encontrar solucoes para resolver a crise?Essa senhora nao consegue resolver a crise que atravessa o seu partido e vai encontrar solucoes para resolver assuntos que o senhor primeiro ministro resolvera sozinho de certeza .(com ajuda de todos os portuguses claro).sera que o sr durao barroso nao encontraria um lugar em bruxelas para essa senhora?ao mesmo tempo aproveitava para se desculpar de a ter abandonado.

J.F. disse...

Esta "arrogância", olha quem fala!... Drª. Manuela Ferreira Leite, nunca se viu ao espelho? Por acaso eu ainda não estava aposentado, quando ela foi ministra e Secretaria de Estado

João Franco

Má-Ruço disse...

Sócrates não dialoga, gosta mais de monólogos de preferência com as questões bem estudadinhas. Fazia um apelo aos senhores jornalistas para que exercessem mais os seus poderes de moderadores nas entrevistas com esse Senhor, pois os tiques ditatoriais estão cada vez mais intensos e abusadores. Não deixa falar ninguém ( tipo charlatão do "magalhães") tal é a aflição de deixar o poder. Pois é, mas vai ter de se habituar . Nem o Mário Soares lhe vale!

Se tu és analista eu sou deus disse...

O Sr Anónimo da Ericeira acha que os jornalistas que entrevistaram o 1º Ministro são do sistema. Grande analista político este senhor.

sou neutro disse...

Nem parece que esteve nos governos do Prof Cavaco Silva. A 1ª perguntq a srª MFL quantas vezes foi o Prof à TV fazer debates ? = Zero. O que pretende esta Srª para além da promoção pessoal ? apontar caminhos já por si falhados ?. Esperar contributo de um partido que quando abraça o poder é só broncas ?. Penso que deria esperar pelas propostas de reforço do Orçamento/2009. Quem governa não é o PSD, senão seria muito pior.

Socialiosta moderno disse...

Mas afinal que crise é que a Srª Ferreira Leite quer debater? A da Srª ou a do seu partido.A Srªjá deu conta que ninguem acredita em si? A negociação da divida com o Citygroup é um dos exemplos mais recentes do descalabro financeiro do seu reinado enquanto governante incompetente.Agora virou competente?
Que chatice!

Lógico disse...

Por mim, ao contrário dos medricas socretinos, bem gostaria de ver tal debate... Claro que o Sócrates, como não percebe nada de economia mas tão só de propaganda, não vai aceitar para não se afundar vergonhosamente. Um PM que não fez nada de últil a não ser esticar a corda das vidas dos portugueses e colocá-los todos uns contra os outros bem pode ter medo de qualquer debate que não se limite a jornalistas obrigados pelas direcções compradas a tolerar todas as mentiras mais destrutivas!

João disse...

Tdos os partidos ditos com assento parlamentar parece que julgam o mesmo: querem resolver a crise com palavras.
Não se cansem porque quem há-de resolver a crise é quem a criou, ou seja, lá fora nos Estados Unidos ou na Europa mas nunca seremos nós que nem sabemos arrumar a nossa casa
O que sabemos fazer é meter remendos.
Eu entendo o Sócrates quando quer continuar com as grandes obras. Com isso combate um bocado do desemprego e mantém o dinheiro a circular. O pior é quando se acabarem as obras...... e o dinheiro. Fazemos o quê?

Anónimo disse...

Tanta idiotice!
Trabalhem, trabalhem. Talvez ainda haja esperança para Portugal