já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

A oposição local em análise lúcida

“silêncio que não prejudica as carreiras políticas”

Já aqui lhe temos feito referência, considerando-o como um dos melhores blogues a nível nacional, talvez o melhor de todo o Algarve e, sem sombra de dúvida, o melhor das terras louletanas. Estamos a falar do “Movimento Apartidário da Cidade de Loulé".
.
João Martins, o seu autor, usa de uma frontalidade, linearidade e clareza de ideias surpreendentes mesmo na blogosfera que, neste aspecto, bate aos pontos todos os outros meios de comunicação.

Há dias, a propósito do silêncio que rodeou o “dramático assunto” em que se converteu a odisseia de procurar uma vaga na educação de infância, João Martins criticava o silêncio cúmplice dos jornais locais e estranhava a posição dos partidos políticos.

Numa análise crua e impiedosa, mas extremamente lúcida, escreveu o nosso bloguista:
Trabalho de montagem de Galiós
O principal partido da oposição é de uma nulidade absoluta, preocupado provavelmente, nesta altura, com listas, candidatos, distribuição de lugares, intrigas internas e intestinais, está decidido em dizer umas coisinhas em véspera de eleições, não percebendo ainda que nas sociedades transparentes e mediatizadas de hoje, o que não aparece, não existe socialmente e que os problemas das populações existem todos os dias.

Remetido nos últimos anos a uma quase total inexistência política, o PS local, continua virado para o seu umbiguismo, para as tricas de amiguismo, para a conquista do poder interno, remetido ao silêncio que não prejudica as carreiras políticas internas e à espera que a alternância política aconteça por obra e graça do Espírito Santo.

O partido, à semelhança do poder central, está desligado da sociedade, não reflecte sobre os problemas das populações, vive ensimesmado e a olhar para o seu umbigo, limitando-se a estar contente com "estar onde se está".

Os media locais, esses, por sua vez, é evidente que adoram o culto da "bondade" do dr. Seruca Emídio. Restam os blogues. Mas esses são "coisa nenhuma".

É preciso dizer mais alguma coisa?!

51 comentários:

Advogado do Diabo disse...

Parabéns ao João Martins e também ao Calçadão que descobriu "a coisa".
Realmente, com opositores como o PS de Loulé para que precisa o PSD de apoiantes?

Advogado do Diabo disse...

Já agora também quero mandar os parabéns ao Galiós, mas com uma recomendação: olhe que há mais!!!!!

Anónimo disse...

Então e eu que votei no Bloco de Esquerda e desde o dia das eleições nunca mais vi um único elemento desse partido em Loulé. Nem sequer foi escrito alguma coisa sobre a Câmara de Loul~e por esse partido em que votei, espero eu, para nunca mais o voltar a fazer. O que se passa com a oposição em Loulé ? Têm medo dos 200 milhões que a Câmara tem para gastar em festinhas , buracos, passeios, bancos de jardim etc ? Não tenham medo que esse dinheirinho fomos nós contribuinteds que pagámos. Não se deve ao Dr. Seruca ou a outro membro mesmo erecto da Vereação. Acordemos louletanos. Teles

Anónimo disse...

A propósito do mau jornalismo que em Portugal teima em queimar tudo e todos levando para a sargeta qualquer um português que renda dinheiro em notícias deixo aqui o Comunicado da Proc. Geral da República de hoje:A Procuradoria-geral da República esclareceu hoje que a carta rogatória inglesa que recebeu a 19 de Janeiro "não contém nenhum facto juridicamente relevante" para a investigação do caso Freeport, reiterando que não há arguidos ou suspeitos no processo".
O que vale é que temos ainda no ´país grandes jornalistas que rejeitam a sargeta. Uma boa tarde & Alan

Jorge disse...

São cada vez menos os blogues onde se podem fazer os comentários livremente. A esmagadora maioria dos administradores dos blogues já optou por colocar a moderação dos comentários activada. Como é o caso deste blogue.

Parece-me assim que a pouco e pouco está a ser implementado a tal cultura do “lápis azul” a nível nacional. Quem quiser ter a sua própria opinião o melhor mesmo é criar o seu próprio blogue. Mais tarde ou mais cedo isto tinha que acontecer.

Os portugueses não gostam mesmo nada da liberdade de expressão. E a melhor prova é que a maioria não sabe defender com civismo as suas opiniões. Gostam mais de recorrer ao insulto fácil. Por causa de uns pagam outros. Porque será?

A.A. R. V. disse...

Esse artigo é realmente de uma oportunidade extraordinária.
Realmente este PS que temos cá, é o que é. Sempre votei PS desde que o Vairinhos se candidatou da primeira vez mas agora estou a pensar se me vou dar ao incómodo de voltar a ir votar, pois no PSD eu nunca votarei.
Dis o senhor João Martins que o PS é uma nulidade. Se nulidade quer dizer que não existe eu estou de acordo a 200%. Em Loulé não existe.
Com a saída do Vairinhos da Câmara o Partido como que morreu. O Aleixo pensava que eram favas contadas e não ligou mais ao Partido e quando ele perdeu pela segunda vez e resolveu bater com a porta, foi o que se viu. Ninguém queria pegar no PS de Loulé. Só o Farias da Quarteira queria fazer uma comissão administrativa que era para ver se tomava conta do Partido se calhar para à custa dele poder agarrar um lugarinho vizível na política. Mas de Faro devem ter imaginado que esse senhor tinha outras intenções e não foram nos ajustes. Quem pegou nos cacos acabou por ter que ser o Hugo, um moço da Juventude Socialista que, por obra e graça do Espírito Santo chegou a deputado e que nem se quer teve a hónestidade de deixar o lugar de Vereador.
Mas estas pessoas são o que são, nem melhores nem piores que as outras. Não tem culpa de serem como são mesmo que sejam inúteis ou pouco predutivas.
Assim ficou o Partido nas mãos de um moço que nem vive nem está em Loulé e que escolheu para o secretariado os amigos que ele percebeu que lhe seriam obedientes.
E como não está cá, a questão do candidato à Câmara foi-se arrastando e não está ainda resolvido. Toda a gente sabe que todos estavam à espera do Vairinhos mas se calhar esse tal Hugo não dis mas quer mesmo ser ele o candidato e as conversas com o Vairinhos se já foram feitas devem estar em aguas de bacalhau e o tempo vai passando e as coisas não se resolvem quando em todo o Algarve já se conhecem os candidatos.
Ouvi dizer que já tinham falado ao Cravinho para ele se candidatar como se o Cravinho fosse algum parvo mas que isso eram só manobras para atrazar mais a decisão. Outros disem que é o Miguel Freitas de Faro que não gosta do Vairinhos e mão o quer a candidato como se fossem os tipos de Faro que têm de dizer a gente quem é que nos deve de governar.
Eu já disse no principio que o mais certo é nem ir votar sobre tudo se for o candidato o Hugo. Só digo é que deviam ter juízo e verem o que é que andam a fazer porque com candidatos assim o mais certo é passarem de 3 Vereadores a só 2.
Vão mas é pedir ao Vairinhos que volte que, se ele estiver pelos ajustes e pode estar porque ele é mais Socialista no dedo do pé do que estes tristes que estão à frente do PS no corpo todo. Era a única maneira de haver oposição como diz o senhor Martins e de o PS não fazer figuras tristes nas próximas eleições.
Desculpem lá ter sido tão comprido, mas tinha isto cá atravessado.
Cumprimentos para todos.

JP disse...

Eu assino por baixo: o que diz o João Martins e o que diz o A.A.R.V

G. disse...

Já agora, deviam falar no que o PS quer fazer em Quarteira: o Ezequiel anda à meses a dizer que é ele que foi escolhido e sei que esse Hugo que fala o comentador anterior esteve cá a proibir os melitantes de escolherem porque sabem que se os melitantes escolhessem que escolhiam a D. Hortense.

Uma vergonha virem esses tipos de Loulé a dividirem os Quarteirenses. Eles sabem que com o Ezequiel nunca vão ganhar e só fazem isto para que o PS não ganhe em Quarteira por que eles sabem que em Loulé já estão perdidos.

Devo de dizer que não sou socialista. Sou PCP mas votava Hortense por que sei que o meu partido aqui não tem nenhuma chance e sei que ela é bem melhor que esse Ezequiel.

Laurinda disse...

Também gostava de dizer que concordo que a questão das vagas para a Casa da Criança é uma vergonha.
Deviam falar mais nisso e o Estado devia tomar providências. É inadmissível o que se passa.
Laurinda

Anónimo disse...

Olhem os políticos são todos iguais. Se vocês julgam que no PSD as coisas vão bem é porque não ouvem ao menos as conversas de café.
As invejas, os ciumes e as intrigas dentro da CML são incríveis!

Martins disse...

Estive a ler o blog do Movimento Apartidario de Loulé e eu cá estou super de acordo com o que disse como estou de acordo com alguns comentários que estão aqui no Calçadão de Quarteira.
Mas eu ainda acho que mais valia que fosse o Faria que estivesse à frente do partido em Loulé porque esse se quisesse era capaz de fazer alguma coisa porque até sabe como se devem fazer e não é preguiçoso.
Agora o Hugo, uma vez que a vida de ele é lá para Lisboa e nem tem tempo para resolver o problema da CML só tem um caminho: DEMITA-SE !
DEMITA-SE!!!!!!!!!!
Ainda vai a tempo se outros tomarem conta do partido. Talvez o Vairinhos aceitasse e tenho a certeza que ele era capaz de dar uma volta a isto.
Ele que se DEMITA do PS/Loulé e que venha a comissão administrativa. É bom que ele seja sensato e por uma vez deixe de ser prezunçoso. Ele que deixe trabalhar quem sabe e quem pode.
Já teve tempo para mostrar o que (não) vale.

De S.Sebastião para o Mundo disse...

Nulidade absoluta! Boa Joao Martins. Eu bem sabia! E desde quando é que o Partido Socialista em Loulé não foi?
Aliás................. ainda há socialistas em Loulé????????
Quantos?
LOL LOL LOL LOL

Anónimo disse...

Quanto às falsas e verdadeiras notícias que andam por aí retirei do Jumento este bocadinho de verdades:
A MULHER DE CÉSAR E A IMPORTÂNCIA DA CONFIANÇA EM POLÍTICA

«Em dias de crise é mais importante do que nunca que os cidadãos confiem nos seus líderes. Essa confiança pode perder-se por erros políticos ou quando surgem dúvidas sobre o comportamento do cidadão. É por isso que Sócrates está a viver a pior crise do seu mandato.» [Público assinantes]
Parecer:
Quem escreveu este belo princípio é José Manuela Fernandes, o director de um jornal que recebe e publica informação em segredo de justiça, violando todas as regras da democracia, e que foi um defensor do governo de Sócrates até que a localização do novo aeroporto não foi decidida num local que servia os interesses de um grande empreendimento turístico do patrão.
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Arquive-se.» Bom fim de semana para todos. Bell

Anónimo disse...

Parece-me que o deputado-vereador ausente-presidente do PS/Loulé está a ficar mal nas fotografias...

Tou-ta-Ver disse...

Por norma, não sou um leitor habitual de blogs, mas, como me chamaram a atenção para este artigo do Calçadão de Quarteira, classificando-o de “análise crua e realística”, vim dar uma olhadela e decidi meter a minha colherada.

Não sou tão radical como aqui se tem escrito. Aliás, nem sequer concordo com tudo o que foi escrito nos comentários precedentes.

Concordo, porém, com a generalidade: com efeito, a oposição socialista a um executivo autárquico que, em meu entender, tem sido um verdadeiro desastre de incapacidade, não passou de um arremedo de oposição, com breves relâmpagos de oportunidade. E, no entanto, não lhe faltaram nem motivos, nem ensejos para o fazer, com firmeza.
Concordo que, durante três anos, o PS/Loulé pouco ou nada fez para dinamizar os seus apoiantes, para congregar os seus militantes, para apoiar e dinamizar jovens e novos aderentes. Foi-se deixando agonizar, apenas.
João Martins e Lourenço Anes estão, pois, cheiinhos de razão.

Todas as medidas que venham a ser tomadas a partir deste momento (a menos de seis meses do primeiro acto eleitoral e a nove das eleições autárquicas) não demonstrarão nada mais senão desígnios eleitoralistas, pouco significarão para o progresso e bem-estar do povo louletano e muito pouco contribuirão para uma dinâmica partidária.
Se, a menos de nove meses (o período de gestação normal!), ainda não está definido quem será o pai da criança – ou seja quem deverá ser o concorrente socialista à Câmara Municipal, como pretenderão os responsáveis pelo funcionamento do Partido almejar a mais do que a uma presença “conformada” no acto eleitoral?

E, no entanto, há meses que se começou a delinear uma candidatura que poderia vir a ser ganhadora – a de Joaquim Vairinhos. Mas foi-se protelando, semana atrás de semana, mês atrás de mês, num arrastar de um processo que outro efeito não poderá ter tido senão a criação do desânimo, do desinteresse dos próprios socialistas.
Seruca Emídio deve estar a pensar que pode dormir descansado. E, infelizmente, com razão.
Soa-se que, em Faro, não é visto com bons olhos o regresso de Vairinhos. Pois não! Vairinhos é, por si só, aglutinador de protagonismo… e em Faro como em Loulé, deve haver muita gente que se julga com direito a protagonismos.
Se Loulé quisesse fazer valer os seus direitos, não ia admitir que “de fora” lhe impusessem limites! Até nisso, os “responsáveis” louletanos estão a desmerecer a nossa confiança, arrastando os eleitores para uma fuga sem retorno.
Depois queixem-se!

Porque apenas se podem queixar da sua própria inoperância (muito maior do que foi no tempo de Vítor Aleixo – que, digam o que disserem, sempre tentou lutar contra a inércia). Durante estes três anos, que fez o PS/Loulé? Assobiou para o lado. Participou, como pôde, com 3 vereadores nas sessões de Câmara; mostraram alguma agressividade e lucidez nos debates da Assembleia Municipal e… tenho dito.

De resto, é bom que se diga: parece que os responsáveis pelo PS/Loulé até “têm raiva” a quem trabalha, a quem se esforça por dignificar o Partido. Tome-se o exemplo de Quarteira: A secção tem-se esforçado por agitar as águas, inovar processos, atrair aderentes; e que fez o PS/Loulé? Apoio, zero; estímulo, zero; colaboração, zero; críticas e raiva… muitas – a reacção tipicamente invejosa de quem nada faz e pouco quer (sabe) fazer…

Eu sei que na estrutura concelhia nem todos têm as mesmas responsabilidades, nem todos têm os mesmos procedimentos. E estas críticas, com certeza, não lhes servem.
Nem todos assumem posições ditatoriais de “quero, posso e mando”, nem estágios de inércia crónica, ainda que, “por dever de ofício”, muitas vezes assumam posturas próximas. Entendo-os. Não os aprovo mas entendo. A eles, apenas.

É que isto de ser líder não é para quem quer ser; é para quem tem características para o ser!

Sérgio Nunes disse...

Estes políticos são tudo gente séria, que não nos mente nem nos engana. Eles não vivem à custa da política nem à custa de tráfico de influências. Sem eles não seríamos um país de progresso, desenvolvido e na vanguarda das economias europeias. A eles devemos o nosso admirável sistema de saúde, a justiça social, o sistema judicial de excelência. Foram eles que resolveram o problema da pobreza em Portugal e das desigualdades sociais.
Em Loulé foram eles, de um lado e do outro, que resolveram o problema do trânsito e do estacionamento. Foram eles que puseram um travão ao tráfico da droga, acabaram com a exclusão social, puseram os putos a praticar desporto gratuito e em academias artísticas. Foram eles que solucionaram os problemas da velhice e da dependência. Foram eles que fizeram parques e jardins arborizados e puseram travão ao caos urbanístico. Foram eles que criaram tantas escolas de e. infantil e tantas creches que as pessoas nem precisam de perder as noites e meter cunhas. Foram eles que inventaram noites brancas para salvar o comércio tradicional.
E eles que ganharam? Nada, não se governaram, não se aproveitaram, não encheram os cofres dos partidos. Numa palavra, governaram para os seus eleitores, prestaram serviço público, são admirados pelo povo. São uns verdadeiros patriotas. Portanto, respeitem os “homens dos aparelhos”, os seguidores de tão nobre escola de serviço publico.
VOCÊS COMENTAM OS COMPORTAMENTOS ERRÁTICOS QUE ELES TÊM?
SOIS UNS INGRATOS, PARA HOMENS TÃO BONS E QUE TANTO GOSTAM DE LOULÉ, DOS LOULETANOS, DOS ALGARVIOS E DOS PORTUGUESES.
INGRATOS!!!!!

Malinka disse...

Os representantes do Partido Socialista têm fortes culpas em permitirem que não fosse restruturado.

A.C. disse...

Vergonha! ...é bem verdade que cada partido tem os lideres...que merece!

Anónimo disse...

Voces tem muito que aprender em democracia. Hoje aqui na America, um governador do partido democrata, foi afastado do poder por membros do seu proprio partido. Aqui o bem da Nacao ou do Estado esta sempre acima do partido, ou do individuo.
Ponham esse tipo a andar! Sejam socialistas de verdade e não de nome!

Cumprimentos

Joe Freitas

Anónimo disse...

Muito se diz, mas pouco se sabe!! Assim é que é Dr.Hugo, acho que ele sabe o que está a fazer, é preciso tempo, não é necessário falar por falar, mas sim definir uma estratégia. Força

José Carlos disse...

É evidente que me não revejo em todos os comentários aqui apresentados, ainda que reconheça e lamente que o post do blogue «Movimento Apartidário Cidade de Loulé» tem, infelizmente, muitas razões.
Como não sou derrotista – e se tal me é permitido – gostaria de lembrar à Comissão Política Concelhia de Loulé que ainda não está tudo perdido. Basta que designem rapidamente, no prazo de dois a três dias, talvez, o candidato à CML. Depois dessa escolha haverá ainda tempo suficiente para a designação dos candidatos às JF.
Isto… sou eu a pensar, claro. Mas será a CPC que sabe se quer, ou não ganhar ou perder, que o mesmo é dizer se quer ou não o candidato que todos esperam…

Anónimo disse...

Boa, Zé Carlos!
VAIRINHOS, JÁ!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

É triste ver o que se está a passar em relação ao PS de Loulé e praticamente todo o mundo assobiar para o lado, fazendo de conta "que nada se passou"...é muito triste ver o estado a que este partido chegou por cá! ...cambada de carneiros...

(sou militante com cotas em dia)

Pamem disse...

Afinal o PS sempre é reconhecido como o único partido capaz de ser alternativa ao actual poder vigente por mais incongruências e fantasias futurologistas que possam fazer em relação aos putativos candidatos que o PS possa apresentar nas próximas eleições autárquicas. O BE (excepção feita ao comportamento exemplar do Carlos Martins, que defende coerentemente o plano eleitoral defendido em 2005) perdeu o fulgor reivindicativo que apenas demonstra em actos eleitorais.

Torna-se compreensível a curiosidade e alguma critica que se respeita sobre a conduta ou ausência dela de um partido de poder como o PS, mas as estratégias e decisões políticas de qualquer partido discutem-se internamente e não em praça pública. Para aqueles que se dizem militantes do PS e anonimamente emitiram opinião neste post, desafio-os a destaparem a cara e façam-no em lugar próprio as criticas que julguem pertinentes. Qualquer militante do PS sabe perfeitamente que o seu partido pugna pelo respeito a diferença de opinião e permite a discussão de várias sensibilidades, por isso que não acredito nestes falsos comentadores que se dizem militantes. Esta estratégia miserável e mesquinha dá um enorme jeito para tentar lançar confusão na população e descredibilizar o PS, se calhar fomentada por aqueles que gostariam de ver o próprio nome ou de outro amigo qualquer nas listas do PS. Sucede que o Partido Socialista é defensor de valores democráticos e de cidadania, não se deixa abalar por críticas ou pressões sem fundamento, e quem responde oficialmente em nome de um partido é o seu líder e ou os membros do secretariado da CPC.

Os autores do Calçadão de Quarteira não cumprem com o que apregoam no blogue, quando dizem que “ apenas serão admitidos aqueles comentários que respeitem, com a necessária correcção e linguagem adequada, aos assuntos desses mesmos posts”. Basta apreciar os termos e expressões ordinárias que são permitidas nos comentários neste ou noutro post qualquer. Lamentável e reprovável permitir a vulgarização da discussão que se quer séria e elevada. Entendam isto como uma critica construtiva.

Finalmente uma palavra especial ao João Martins do MACL, pessoa que admiro e respeito pela elevação como coloca a sua opinião, mesmo que por vezes não comungue da mesma. Na sua reflexão sobre a educação de infância e as vagas necessárias, dizer que subscrevo a sua preocupação, e no lugar certo irei manifestar a minha opinião. Grande abraço ao João e ao resto dos leitores deste blogue.

Sou um Louletano que procura estar em paz com o mundo, que por acaso é militante do PS e acredita na boa fé do ser humano, independentemente do clube do qual é adepto, de que religião professe ou opção político partidária.

Cumprimentos

Paulo Amem

Anónimo disse...

É triste ver o que se está a passar em relação ao PS de Loulé e praticamente todo o mundo assobiar para o lado, fazendo de conta "que nada se passou"...é muito triste ver o estado a que este partido chegou por cá! ...cambada de amorfos...

Anónimo disse...

Ainda bem que alguém fala nos jornais locais que de jornais não têm nada. São pasquins ao serviço da câmara e do dr. Seruca.

Felício disse...

Diz o João Martins que “o principal partido da oposição é de uma nulidade absoluta, preocupado provavelmente, nesta altura, com listas, candidatos, distribuição de lugares, intrigas internas e intestinas”.
Eu gostaria de perguntar quem é que está preocupado, Eu sempre votei PS mas estas pessoas que agora lá estão devo dizer que me cheiram a mofo, sem que isso seja nada de perjorativo.
Estamos fartos de ver os mesmos que estiveram à quatro anos e à oito anos… Só me espanta se eles não quizerem os que estavam à 12 anos. Porque nesse tampo havia gente competente e dedicada.

Andrade disse...

Quero dizer que apesar de ser inscrito no PS (desde Sócrates tenho a militância suspensa), se o candidato não for o Professor Joaquim Vairinhos, vou votar em Seruca Emídio.
Todas as outras propostas que andam no ar são para esquecer. Boys por boys, prefiro a maralha que lá está. Com esses já sei com que conto. Será a primeira vez que voto PSD.

Anónimo disse...

E assim vai o PS - de derrota em derrota até à vitória final.
Que critérios presidem as suas escolhas? - A capacidade de resolver problemas? Se assim fosse, saberiam que só há dois candidatos capazes de congregar a vontade (e os votos) dos louletanos

Com esses todos que o Calçadão da Quarteira meteu aí dentro do tacho e com o que os está enfiando lá dentro, esperamos sentados pelos resultados.

Dificil encontrar razões hem?

R.Pina disse...

Socorro, tirem-me deste País.
A ser verdade este seu post, amigo Lourenço, é a machadada final na credibilidade que restava à classe política louletana.
Depois, o Hugo em resultado do flop que foi o “comunicado” do põe-e-tira do Martins de Almancil… que diz a isso, senhor professor José Carlos? Ainda encontra razões para defender os socialistas de Loulé? Será que não comenta?
Por aqui me fico pois me faltam as palavras...

Anónimo disse...

Só um louco aceitaria ser candidato pelo PS nestas condições… a gente de Loulé não acredita em histórias. E o burro sou eu....

Torrão disse...

O Dr. Bota desde que percebeu que não lhe davam o lugarzinho que ele queria para Faro (porque nâo Loulé, a sua terra? ) anda distribuindo pelas várias terras e terrinhas algarvias os seus amigos se calhar de última hora, para conquistar o Algarve que segundo ele vai ser totalmente social democrata.
Este sim um pagador de promessas..

Anónimo disse...

Seruca + Graça = estes sim, são gente séria e trabalhadora. Viva o PSD!

Fui eu que não sou ps disse...

Não me parece que os xuxas cá da terra consigam mais que um ou dois vereadores lá para Outubro...
Também, agora só tem um não é?
Ou vão buscar independentes ou nem militantes arranjam !!!!!!!!!!!!!

Botelho disse...

Calma! Não metam o PSD nestas guerras. Aqui trata-se de gente calma, cordata, que sabe o que quer e sabe fazer as coisas e escolher as pessoas.

Lourenço Anes disse...

Um comentador acima acusou-me (sou o único moderador deste blogue) de admitir comentários que usam “termos e expressões ordinárias (…) neste e noutros posts.

Deve estar confuso o comentador PAmem. Estive a reler todos os comentários deste post e não encontrei nem um termo nem uma expressão “ordinária”.

Talvez o comentador tenha confundido “termos e expressões ordinárias” com “termos e expressões que me não agradam”. Se for assim, pode ter razão.

Muitas também me não agradam - a mim próprio - e, no entanto, não é isso que me levará a eliminá-las.

A censura parece estar próxima (e há por aí muita gente a desejá-la de volta). Mas, por enquanto, no ‘Calçadão’, não.

Saúde!

Lourenço Anes

gato bravo disse...

Uiiiiiiiii.... O Lourenço está a deixar que batam nos meninos do PS!
uááááááá...............
Que grandes democratas!
ah ah ah

Anónimo disse...

Ser socialista é ir em frente!
Força, Vairinhos!

Anónimo disse...

Os PS acham que a câmara PSD não fez nada… Vejam o estacionamento que está a ser construído ao pé do Tribunal que vai permitir a criação de 55 novos lugares.
Quantos estacionamentos fez o Aleixo?

Anónimo disse...

A esta hora já os professores estão a abrir as garrafas de champanhe, juntamente com os "galos" do PSD que querem ir para o poleiro, à procura de uma reforma choruda.
Perdem em Loulé, nas freguesias todas e perdem as legislativas. Vai uma aposta?

César Gois, Estoi disse...

não me interessa saber se o PM é culpado ou não o que gostaria era que a legislação fornecesse ferramentas "leis" para uma qualquer investigação dizer em tempo util, esta ou aquela pessoa é culpada ou inocente, portanto poder legislativo acordem e mudem urgentemente o CPP.

Anónimo disse...

QUE PAÍS DE BANANAS!
E DE CEGOS!
AQUI QUEM TEM OLHO É REI!
E OS BOBIS E TARECOS A DEFENDEREM O QUE NÃO TEM DEFESA DOS SEUS "DONOS".

M.J.J. disse...

Haverá aqui gente que vai perder pervilégios ( TACHO )
por isso é que está nervosa

Rintintin disse...

Graças à justiça portuguesa, os almadenses têm a oportunidade de eleger para presidente da câmara o Sr. Paulo Pedroso, ex-suspeito da prática de vinte e tal crimes de abuso sexual de menores. São estes os candidatos que o PS apresenta?
Vejam lá o que vão fazer em Loulé!!!!!! XD

Goebbels disse...

Cada vez entendo melhor a frustração dos helenos.

Praça du Bocage disse...

Esperem lá! Não se esqueçam que ... o presidente da federação do PS de Setúbal, Vítor Ramalho, explicou que «a escolha do candidato é feita pela comissão concelhia» e que o secretário da comissão concelhia de Almada nomeou o nome de Paulo Pedroso...

Está tudo grosso...está tudo grosso.

Foi a vontade dos PS de Setúbal, malta!
Bebam água...o Tejo está à vossa frente!

J. Lopes disse...

Este PS da era Socrates é muito complicado para os cidadãos deste pais nas suas escolhas e objectivo a apresentar no congresso para programa eleitoral.Quanto devia estar preocupado com a crise está com casamentos entre mesmo sexo: quanto devia escolher candidatos com programads e objectvos concretos para Almada entre outras escolhe um candidatura perdedor ; se o ensino tem que ser crediblizado a sua formatura está envolta em polemica; se tem que combater a corupção manda Cravino embora e aparece a familia a fazer declarações contrarias no caso freeport e assim por diante.

Como querem vocês que as coisas sejam diferentes em Loulé?

Desde os tempos em que Filipe Madeira e Joaquim Vairinhos eram estrelas da companhia, este partido "louletano" só se tem afundado, por atitudes mais ou menos grotescas como foi o caso do tal comunicado sobre a Circular Norte.

Não me admiro nada com os comentários que í por aqui. Eles vão querer nos lugares cimeiros das listas apenas tipos que sejam dóceis, não levantem ondas e lhes sirvam de capachos, de preferência para que eles possam trepar.

Se o Sócrates se safar desta e ganhar as eleições, aí os vamos a ver a subirem a deputados à Assembleia ou a Bruxelas e ficam aí os domesticados e os independentes a fazer mais asneiras.

Seruca Emídio já nem precisa de se incomodar a esfregar as mãos. É um copo de água que bebe.

A. Correia disse...

Meu caro Lourenço:

Sou um leitor habitual do vosso Calçadão, consulta que não dispenso diariamente. Por isso, leio também amiúde os comentários que outros leitores lhe enviam mas, confesso, não sou muito dado a essa actividade de comentar, Preguiça, inércia, seja aquilo que for.
Tenho portanto seguido esta polémica sobre a actuação da concelhia de Loulé e devo dizer que me surpreende a análise lúcida de muitos dos comentários.
Quero, então, hoje quebrar a minha inércia para lhe enviar um texto que hoje vem na Revista do Expresso de Clara Ferreira Alves.
Escreve ela:

“Mais do que qualquer outro país na Europa, Portugal tem uma elite envelhecida e dominada por homens que sufoca a iniciativa e a mudança, de modo a perpetuar o seu poder.”

Depois acrescenta:
“Quando políticos estabelecidos perdem uma eleição, são reciclados em posições administrativas em empresas privadas e públicas, ou nas autarquias, ou na administração do Estado, ou no Parlamento Europeu”

E continua:
“ O RESULTADO É UMA DEPRIMENTE FALTA DE RENOVAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES”

Claríssimas palavras que se aplicam, na íntegra e na perfeição, à situação do PS no concelho de Loulé. Só falta pôr ali o nome das pessoas mas sei que o Lourenço e os leitores já os estão a ver reproduzidos, como num filme de Felini.

Não admiram, portanto, os comentários de grande parte dos leitores do Calçadão e estão explicados os resultados dessa “elite envelhecida” cujos nomes a gente vê, ano após ano, a figurarem nas listas de candidatos.
Escreve ainda Clara Ferreira Alves que “Portugal tem dos níveis mais baixos de participação das mulheres na política…” Pois vamos ver o que vai acontecer nas próximas eleições. Vamos ver quantas mulheres vão ser cabeças de lista em Loulé. Vão cumprir a lei da Paridade, com certeza, metendo nas listas algumas esposas dóceis, verbos de encher, apenas com o sentido de enfeitar o bouquet. Tenho a certeza, meus amigos.
É por isso que o Partido (e os outros também, com certeza) está perdendo credibilidade e se está afundando no desinteresse dos cidadãos. Só uma renovação total (ou quase) que permitisse a chegada de “sangue novo” poderia ainda devolver ao Povo o interesse pelos deveres de cidadania.

Um abraço para si e para os leitores “de boa fé”. E força para o Calçadão, que está a prestar um serviço einestimável.

António B. C. Correia

Fátima disse...

Éh tantos xuxas para um tacho comum!
Metam qualquer desses que lá estão a concorrerem contra o Dr. Seruca e vou-me fartar de gozar!
Podem até concorrer todos juntos. Se o PS não tem nenhum sem ser desses tachistas, podem limpar as mãos a parede.
:) :) :) :) :) :) :)

Lourenço Anes disse...

AVISO À NAVEGAÇÃO:

Este blogue não se destina a funcionar como caixa de correio.

Quem está interessado em dirigir-se-me, ou aos meus colaboradores, poderá fazê-lo, como muitos o fazem habitualmente, através da da caixa de e-mail.


Quem me quer contactar pessoalmente também sabe onde me pode encontrar: no meu estabelecimento nas horas de trabalho, no Café da Vila, no Bar Patacas ou na Pastelaria Beira Mar, depois do jantar.

Além do mais, devo dizer que o 'Calçadão' não arquiva criancices e coisas do género, mesmo quando venham mascaradas com pseudónimos religiosos.

Para bom entendedor...

Lourenço

Anónimo disse...

O PS não arranja melhor do que os que estão à volta do tacho?
Pois não! Quem é competente não alinha com essa malta!