já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Os desafios serão superados?

o dia que pode ter sido o princípio de nova era
Foto de Pat Benic / NewYork Times
Devo dizer, antes de mais, que nunca fui grande admirador dos americanos. Mas hoje, fui americano. Fomos todos americanos. E sentimos orgulho de ser americanos. Porque hoje foi o dia em que se virou uma página negra de um ciclo da História do Mundo.

Foi o dia em que as esperanças renasceram.

"A nossa nação está em guerra. A nossa economia enfraquecida, em consequência da ganância e da irresponsabilidade de alguns mas também devido à falha de tomar decisões difíceis e preparar a nação para uma nova era", afirmou Barack Obama perante mais de dois milhões de pessoas, no discurso inaugural do novo presidente.

E a nação de Obama é o mundo inteiro; a economia de Obama é a nossa economia; a ganância e a irresponsabilidade de alguns, em todo o mundo, são as culpadas do colapso económico; a falta de tomar decisões difíceis é generalizada ao não preparar para uma nova era. Foto Damon Winters / NewYork Times
Na América, as palavras de Obama servem para os americanos. Mas servem, igualmente para todos os povos do mundo em colapso económico, social e moral.

Por isso, servem para nós, para o povo português, martirizado e permanentemente iludido, permanentemente à espera de um futuro melhor.

Obama disse: “Os desafios podem ser novos. Os instrumentos para os enfrentar também. Mas os valores dos quais dependem o nosso sucesso – honestidade e trabalho árduo, coragem e ‘fair play’, tolerância e curiosidade, lealdade e patriotismo – essas coisas são velhas. Essas coisas são verdadeiras”.

Oxalá as suas palavras calem fundo nos governantes de todo o globo. De Portugal também. Porque, lá, como cá, “os desafios que enfrentamos são reais” mas esperemos que todos os que governam o mundo possam dizer como o novo presidenmte americano que “tenham a certeza - eles serão superados". Foto: 1ª páginna do «Sun»
O discurso de Obama em 20 de Janeiro de 2009, não terá sido, por-ventura, o seu melhor discurso, o que é natural, nas circunstâncias. Mas, de qualquer forma, como discurso de investidura presidencial, será um discurso que ficará para a história dos Estados Unidos e do mundo.

Foi o discurso da esperança. No dia em que todos fomos americanos.

37 comentários:

Martine Bliss disse...

Muito bem, Lourenço. Mas, já agora, gostaria de recordar um outro discurso de tomada de posse de um presidente americano:
“(…) as práticas dos gestores do dinheiro sem escrúpulos foram condenadas pelo tribunal da opinião pública, rejeitadas pelos corações e pela razão dos homens. (…) deve existir uma apertada supervisão dos bancos e créditos e investimentos; deve ser posto um fim à especulação com o dinheiro das outras pessoas, e deve existir provisão para uma adequada e saudável moeda.”
(Franklin Delano Roosevelt, na sua tomada de posse como Presidente dos E.U.A., a 4 de Março de 1933).

Dá para meditar também, não é, Lourenço?

Toni disse...

Não há homens providenciais mas se sabemos que a História é fértil em pessoas certas no lugar errado, também sabemos que, ocasionalmente, há homens certos, no momento certo e no sitio certo! É o caso! Este homem é um tipo extraordinário! Ainda não é Presidente e já ninguém lhe tira o lugar na História!

Sete disse...

Após o 25 de Abril,aqui neste rectangulo também apareceram algumas vedetas que todos julgavamos virem salvar este povo português e o resultado é o que está à vista.
Só foi roubar,roubar e sempre a continuar a roubar, destruir....

Fedor disse...

Os E.U.A., são o país, da mentira e da ilusão, pró mundo não muda nada, a politica externa deles, é sempre a mesma coisa, extorquir a riqueza dos outros países...para os pobres Americanos, vão continuar a passar fome.

LÚCIA LIMA disse...

Grande Homem e discurso a condizer....contido e realista mas a transbordar de idealismo!!! Fossem todos os politicos asim:)

Miguel disse...

Acreditem que o Mundo vai mudar para melhor nos próximos anos. O Povo da América do Norte elegeu Obama para romper com o passado e lutar com a Europa rumo ao futuro. Os historiadores podem lançar os manuais dos seus cursos para o ecoponto mais próximo que em breve novas páginas serão escritas!. Libertem as bibliotecas dos monos carregados de pó e guardem espaço para as novas publicações. É assim o «espírito Microsoft» é necessário o «descarregamento da próxima actualização cerebral» e quem sabe Fidel Castro será finalmente convertido ao capitalismo. Diga-se em abono da verdade que Fidel viveu os últimos 40 anos como se de um "capitalista" de tratasse. O comunismo foi apenas infligido ao povo cubano dado que o seu líder sempre se pautou por uma vida de elevado padrão económico e social. Até em Portugal os dirigentes do P.C.P. e do Bloco de Esquerda na Assembleia da Republica facilmente se confundem com os maiores «capitalistas» da Praça. Esta última afirmação pode ser comprovada pelo Diário da República nas suas tabelas remuneratórias onde se verificam as mordomias dessa «classe de barões de punho esticado».

Anónimo disse...

OBAMA É ESPERANÇA NUM FUTURO MELHOR COM CONFIANÇA, PAZ, SEGURANÇA. O SEU DICURSO FOI OBJECTIVO COM APELO AO POVO AMERICANO PARA SUA MOBILIZAÇÃO NO COMBATE À CRISE COM MUITA DETERMINAÇÃO E CORAGEM QUE SEMPRE CARACTERIZOU O POVO AMERICANO. É E SEMPRE SERÁ DE FORMA POSITIVA QUE SE LEVA O BARCO A BOM PORTO. COM NEGATIVISMO À PARTIDA, NUNCA NINGUÉM LÁ CHEGA - ESTÁ PROVA

Freddy disse...

É curioso tanta gente a pensar que o Obama vai ser diferente de qualquer outro presidente americano. Mas acham o quê? que ele vai deixar de pôr os interesse americanos á frente dos outros? Tenham juizo!!!

Anónimo disse...

Espero que essa "era de responsabilidade" se aplique no mundo inteiro, incluindo na Europa e Portugal. Era bom que as pessoas que nos têm(des) governado ao longo de anos (PS, PSD, PC, BE etc, etc...) sejam elas próprias a chegarem-se à frente para nos dar as satisfações que todos queremos, porque se não o fizerem a bem, iremos nós faze-lo a mal. Ainda estamos à espera de satisfações (ou argumentos) suficientemente fortes para saber porque razão o governo ajudou o BPP. E não nois venham com "tangas" de que uma provável falência do banco iria ter consequências catastróficas para a economia do país. Que consequências seriam essas? Ainda esperamos por satisfações em relação ao nosso "conselheiro de estado" nos casos do BPN e das negociatas "malandrecas" que se andou a fazer. Está na de hora de fazer uma "limpeza" à casa (mundo) doa a quem doer.

Bruno

Leo disse...

Palavras levam-nas o vento. Um País qeu criou uma crise Mundial, finaceira e económica, prejudicando milhões e milhões de pessoas, de toas as raças e credos por todo o Globo, apregoam necessidade de recuperação e dão se al luxo de gastar milhões de dólares, só para mostrarem aos seus inimigos que ainda são uma grande gente. Um presidente eleito que defende o apertar o cinto não devia colaborar como fez com gastos milionários. Afinl quem paga é o povo, e até os portugas vão pagar. As cerimónias seriam feitas dentro das instalações, com rigoroso controle despesista e assim dava mais crédito ao discurso do Obama. Mas de facto quem tem unhas toca e quem não aproveita a dádiva é burro. Porque não aceitaria ele as benesses e modormias?? Afinal tem um privilégio que jamais outro da sua igualha terá. Pensvam que muddando a mosca o resto seria diferente? Desenganem-se porque tudo fica na mesma ou pior.

Pedro Pires disse...

Fico admiràdo com certos comentàrios que aqui aparecem.Até parece que o Obama vai impedir que haja despedimentos em Portugal ou França,Pais onde vivo. A unica novidade que hoje houve é que foi eleito um negro para presidente dos States pela primeira vez na historia.A gora anda toda a gente ai aos saltos parece que todos ganhàram o euromilhoes.Ou entao os que mandam comentàrios para aqui tambem sao negros,porque esses sim pensam que o mundo vai mudàr e que vai chegar o "black power".Calminha que Obama nao é Deus e depois a desilusao pode ser maior.

Anónimo disse...

De Sproul Plaza, Berkeley, com milhares de pessoas incluindo criancas que nao tiraram os olhos do ecran gigante, envio testemunho que o povo americano esta com esperanca, finalmente.

Berkeley, USA

M. Batista disse...

Foi um discurso de circunstância como são todos os discursos nestes momentos, não obstante, é também um discurso de esperança. Este homem tem tarefas enormes pela frente, a saber: tornar a América menos agressora e não impor a democracia americana seja a quem for; lidar com o problema do pos-capitalismo e aprofundar a economia social, já que economia livre deixou a América de rastos, e não só a América... enfim, terá que limpar toda a porcaria que o bush fez, o que é uma tarefa ciclópica. Bem, esperemos para ver. Pela minha parte, estou céptico.

Alice disse...

Eis um discurso onde estão inseridos tos os ingredientes necessários, SIMPLICIDADE, IGUALDADE, INTELIGÊNCIA, PERSEVERANÇA.

Discurso diferente, sem precedentes, em que os Sentimentos de Obama Nele se retratam.
Como disse o Calçadão, neste dia, nasceu a Esperança de um Caminho para Maior União a Nível MUNDIAL.

GOD SAVE OBAMA! Não sejamos derrotistas!!!!!!!!

Eu mesmo disse...

Mas é evidente que Obama é americano de raiz, formado em Harvard, tem no mercado livre, na concorrência e na meritocracia todo o seu modelo de acção!
Estão á espera do quê?
Curioso é que há esquerdoides e comunas a pensar que o Obama é um Cavalo de Troia. De quem? De Chavez? Do Irão?? Tenham juizo, muito pouco se vai alterar naquilo que vocês de esquerda pensam. Claro que vai tavez dar um pouco mais de Estado Social, mas isso já existe na Europa com fartura, claro que vai apoiar Israel, embora tente travar o conflito actual, vai continuar no Iraque, ameaçar o Irão e reforçar no Afeganistão.
Estão à espera de quê? A potência americana não se vai fechar em casa!! Tem de proteger os seus interesses geoestratégicos!

A. - Porto Salvo disse...

Se quisessemos ter um mundo bom , era entregar aos artistas , mas não ao que foram bufos como ronald Reagan , e no país das maravilhas , até charlie chaplin , teve que se pirar . gilberto gil ministro da cultura no brasil . aqui tb houve grandes artistas deputados e vereadores em câmaras : nuno camara pereira , nicolau breyner ,etc etc etc , isso é que foi uma maravilha no nosso país e agora vai haver mais , inspectores da PJ , comentadores desportivos ,isso sim a intelligentzia a trabalhar

Irene disse...

Um dia que fica para história. Há muita fé depositada neste novo líder mundial e acredito que não vai decepcionar e, mesmo que isso aconteça, o dia 20 de Janeiro de 2008 será sempre um dia histórico, porque representa uma evolução fantásticas nas mentalidades. É o ponto final no milénio passado.

Camarão de Quarteira disse...

os pequeneses dos portugueses, alegres escribas nestes foruns, nada aprendem. com mais profissionalismo e menos prosápia e menos conhecimentos técnicos da "ferramenta", chegavam mais ao cerne da questão, mas são imóveis porque "donkies" apesar de serem elefantes. e fui!

Cuco disse...

Alguém lhe ouviu uma ideia concreta? Alguém lhe ouviu um projecto concreto? Alguém lhe ouviu números, previsões, cifras? Não. Só diz verdades de La Palice: "uma nova era", "yes we can" e "we are one" (slogans que não dizem nada); acabar com a guerra (como e em que termos?); enfrentar a crise (como??), que é das maiores de sempre (grande novidade!)... este tipo fala, fala e fala... E só diz o que as pessoas querem ouvir. Espero que trabalhe tão bem quanto fala.
Parece o Sócrates, porra! Se faz como ele, os americanos estão tramados.

Anónimo disse...

Mais uma vez,alguns paises da UE (e o calçadão também) estão a mostrar toda a dimensao mediocre em que vivem ao,fazerem do discurso de um Presidente um acontecimento com protagonismo inconcebivel.
Apesar de obama como pessoa ser de uma simpatia extrema(e oxala que seja um verdadeiro democrata) faz-me lembrar os produtos que enchem as prateleiras dos grandes supermecados:quase todos eles perniciosos para a saude,mas continuam a incentivar o consumidor menos avisado.
Naturalmente que Obama e individuo inteligente,se nao fosse,nao teria chegado ao patamar alcancado,a interrogacao que se coloca e...,tera ele capacidade para se impor aos interesses imperialistas que emanam de um Senado retrogado?

Filipe disse...

Mas ainda acreditam que o Obama vai mudar algo? o homem só ganhou porque é da pseudo minoria as minorias votaram todas nele, os afro-americanos votaram 95% nele, não sera isso racismo? racismo anti-branco. Yes we can! afundar os EUA oh MAGNA EVROPA resiste! e não te deixes levar na onda do multiculturalismo, pois um dia triunfarás mais uma vez.

Uma Palmeira do Calçadão disse...

Finalmente uma voz no mundo de hoje apela aos VALORES. Porventura estará aqui a chave não só para a América mas para todo o mundo, a começar pelo Ocidente. Poderemos estar perante o início de uma nova era cujo protagonismo será da América e do povo americano, mas que também irá contaminar e alterar a cultura e a política de outros paízes. Barak Obama falou de ideais que traz na mala e que anuncia uma tarefa gigantesca, mas tenho esperança que muito se concretize e que o mundo tenha um rumo com valores, e bons valores. O caminho do futuro é estreito e muito perigoso, mas é este e vale a pena. Espero que estes novos ventos da América contaminem decisivamente os lideres políticos europeus e portugueses. Talvez assim os ventos do 25 de Abril voltem a soprar...

Anónimo disse...

Altas expectativas, grandes desilusões?

João disse...

Se este homem (Obama) estiver ladeado de pessoas que comunguem das suas intenções e o ajudem, creio que a América e o mundo trilharão outro rumo bem mais fiável.O actual estado de coisas é, inequivocamente , o resultado de medidas políticas com efeitos semelhantes ao de um carro desgovernado.O descontrolo, a irresponsabilidade e a falta de vigilância foram os grandes responsáveis pelo descalabro financeiro e consequentes repercussões na economia e na sociedade.A América vai arrumar a sua casa e muitos países o vão fazer tambem.Muitos vão olhar para o estado da sua situação interna e só depois começarão a olhar para o exterior.Os países com maior capacidade interna irão ultrapassar com mais facilidade a crise.O discurso da tomada de posse de Obama foi explícito, realista e prometedor.Portugal deve lê-lo com atenção.

A.G. disse...

O futuro das nações,dos povos,sempre esteve na sensatez e na honestidade (ou seus opostos) de quem dirige e de quem se deixa dirigir.Faço um voto de confiança neste jovem homem

J.P. disse...

Caro Filipe. O discurso deste novo presidente dos Estados Unidos foi de facto inspirador. Acho que muito provavelmente o seu comentário advém essensialmente de inveja e facciosismo. Inveja por ter percebido que este presidente discursou para além dos interesses mesquinhos. Facciosismo porque provavelmente apoiou a presidencia Bush e as suas atitudes. Vou também responder aos seus argumentos, mas acho importante que se aperceba da dimensão deste momento: Foi ENORME. Tocou o coração de quem realmente o têm. Poderá o tempo dizer que as sua acções serão erradas, mas para já pelo menos deixe-o trabalhar.

Ekonomixt disse...

Para já houve um enorme "vendaval" nas Bolsas Americanas. Pode ser que amaine para o final do dia de amanhã....

Martins disse...

Quer os parolos de Portugal gostem ou nao o homen foi eleito e estou convicto que vai ser um grande presidente.

Anónimo disse...

São homens de índole excepcional como este que nós fazem acreditar nas virtudes da natureza humana e na força das convições! É cada um de nós que, sonhando, querendo e trabalhando, pode constriuir uma realidade melhor. Mais uma vez Camões se revelou lucido quando escreveu aqilo que neste caso se aplica por antagonismo: "Fraco Rei fraca faz a forte gente!"

Cris disse...

It takes a great mind and spirit to bring poetry to politics. For poetry is the power of creation. I write in English because today's history writes itself in this way...

Anónimo disse...

Obama. Parabéns. Embora nos reste a tristeza: numa banda está o "licenciado do domingo" e na outra, um que nem sequer lia jornais!

Mary Gonçalves disse...

Óptimo discurso! Eu quero acreditar...

Anónimo disse...

Tomara que os politicos deste pequeno Paìs façam discursos que se entendam eu não sou racista.

Rui, Setúbal disse...

bom o discurso. em portugal se alguém tivesse a ousadia de fazer um discurso semelhante, a apelar ao trabalho e ao sentido de responsabilidade, era completamente arrasado pelos comentadores encartados.

Filipe disse...

Caro JP. Acusar quem não pensa como o senhor de "inveja e facciosismo" não é um argumento. É o recurso de quem não sabe manter uma discursão racional. Obama falou bem, sim senhor. Obama apela ao coração, sim senhor. Obama é um mestre das emoções, sim senhor. Mas dito isto, as questões que coloquei há momentos continuam por responder: ele já apresentou alguma ideia concreta? Ele já apresentou algum projecto concreto? A resposta é NÃO. E a política, caro JP, deveria ser feita à base de ideias e de projectos concretos, não de emoções e de boas falas. Dizer que a crise é grave, que se pode "mudar" o mundo ou que se defende a paz é muito fácil de fazer. O que não vi ainda foram ideias concretas sobre como o fazer, da parte de Obama. E desconfio que o senhor JP também não as ouviu, porque caso contrário aqui as teria exposto.

Anónimo disse...

Eu sou dos que acreditam que os politicos não todos iguais como muita gente quer fazer crer. Há os bons e os maus como em todas as profissões do mundo. Obama é uma esperança embora tenha sobre os seus costados um peso inimaginável. Por cá também há de tudo. Vejam este post do Faro Est de Pedro Cabeçadas de Faro:A Comissão Política Distrital do PSD Algarve, liderada por Mendes Bota, votou ontem com 27 votos a favor e um contra, a nomeação de Gonçalo Amaral, ex-inspector da Judiciária que ficou célebre com o caso Madleine,para candidato do partido à Cãmara de Olhão!
Uma vez que Manuela Ferreira Leite disse publicamente não poder aceitar este candidato pelo seu relacionamento recente e até há pouco com o "poder", estamos perante uma "guerra aberta" entre Bota e Ferreira Leite!
E quem vai ganhar?
Será que a "presidenta" vai levar a melhor? Ou Mendes Bota conseguirá impôr-se?
Esperemos que isto não degenere numa verdadeira "batalha campal" pois Mendes Bota, no seu período revolucionário do PREC, ficou bem conhecido pelo apedrejamento a militantes e simpaztizantes do PPD num comício realizado no antigo Cine Esplanada de S.Luís!
"Manuela Ferreira Leite que se cuide! É que o homem de Loulé, na altura tinha boa pontaria!

4Dezembro disse...

Sabemos como foi a América e o mundo com Bush.

Nunca saberemos o que teria sido sem ele.

Deduzimos esperança mas, também, dificuldades em Obama.

Veremos o que vai produzir e como será o mundo no fim do seu mandato.

A partir de hoje os lobies e os piões que estão em jogo vão fazer prevalecer os seus interesses. A tarefa não será fácil e constatar-se-ão muitos avanços e recuos.

O peso das expectativas é elevado e o preço da precipitação pode ser tremendo.

Há razões da América que a razão do resto do mundo desconhece. As crises fragilizam equilibrios e minimizam a capacidade de espera.

É necessário que o mundo comece, desde já, a implementar formas de colaborar com Obama e não esperar que seja ele a ter de fazer tudo.

Afinal é apenas um homem.