já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

segunda-feira, 14 de abril de 2008

O autarca do ano

pagou o almoço da asorgal

Sabem, por acaso, o que é o «Correio Meridional»? Resumidamente, é um jornalzinho que, esporadicamente se publica no Algarve e que se destina, particularmente, a divulgar auto-retratos do seu presidente-director-fotógrafo-redactor-e-assistente de redacção único, um sujeito vivaço e bon-vivant, de nome António Marques, bem falante, afável e de olho vivo, cujo bigode farfalhudo parece viver navegando por entre uma determinada paspalheira algarvia, por acaso consti-tuída por uma «plêiade» de saloios, cuja vacuidade lhes não permite mais que olhar para o próprio umbigo e que, depois de o perguntarem ao seu próprio espelho, ficam com a convicção de que «no mundo não há ninguém melhor nem mais belo do que eu».

Na foto, em destaque: Homenageado e homenageante, na cerimónia
que consagrou o "grande suporte da Democracia" e a sua humildade

Marques, que sabe das fraquezas desta gentinha, decidiu criar um esquema capaz de, daí, fazer a sua filosofia (e não só) de vida: Criou uma meia dúzia de títulos de jornais, dos quais publica uma folhita por ano, igualmente repletos de fotos suas: Voz de Boliquei-me, Voz de Alte, Voz de Almancil, Voz de Salir… nem sei se ele mes-mo sabe que «vozes» tem. Depois, criou uma associação, a que deu o título pomposo de Associação dos Órgãos de Comunicação Social do Algarve (Asorgal), onde agrupou os seus próprios «jornais».

De vez em quando, lá convence um qualquer presidente de junta que lhe encomende um anunciozinho e lá sai uma edição da «voz» dessa freguesia. Regularmente, junta ainda os seus amigos-colaboradores numa almoçarada, para a qual convida uma autarquia local que se sente na obrigação de liquidar as despesas de restaurante.

De há dois anos para cá, a Asorgal inventou uma nova variante: a eleição do “Autarca do ano”. Vai daí, Marques, uma vez por ano, senta à sua volta o presidente da associação, o director do Correio Meridional, o redactor do mesmo jornal, e os redactores do Voz de Salir, do Voz de Boliqueime, etc., por acaso todos eles uma só pessoa - ele próprio – e elege a vítima. Perdão, elege, por unanimidade, o autarca que há-de pagar uma tremenda almoçarada para ser consagrado pelos amigos e… pela «Voz Meridional».

No ano passado, a “fava” calhou em Albufeira. Este ano, Seruca Emídio foi o “eleito” por António Marques: Seruca Emídio foi o «autarca do ano» que pagou o almocinho.

E pronto, aí temos nós a Câmara de Loulé a enviar uma extensa nota de imprensa, acompanhada de um conjunto de fotos, a dar conta de que “numa cerimónia que decorreu no passado sábado, 12 de Abril, no Convento de Stº António, o presidente da Câmara Municipal de Loulé foi distinguido pela ASORGAL – Associação dos Órgãos de Comunicação Social do Algarve com o prémio “Autarca do ano 2007”, uma iniciativa que pretende prestar homenagem “àque-les que são o grande suporte da Democracia no nosso país e que possibilitam a qualidade de vida às populações” e ainda explica que recebeu este reconhecimento “pelo olhar atento para com a população, pela sua humildade mais do que pelo seu mediatismo”.

Ficámos, portanto, cientes de que Seruca Emídio é um «grande suporte da Democracia»! Mais: ficámos a saber que merece um prémio «pela sua humildade»!...

A gente aprende cada coisa com o António Marques!...
..

13 comentários:

João Martins disse...

Camilinha...vocemecê entra no meu cérebro e antecipa-se sempre...me desculpe mas vou ter que escrever sobre isso...já tinha decidido...e é no próximo post...é o chamado jornalismo de "sarjeta"...a expressão não é minha como sabe...mas do Ministro dos Assuntos Parlamentares...

Anónimo disse...

Bem zurzido o texto. parabens

Flecha negra

Camila disse...

Fiquei embevecida e como tal, sem palavras.

Até "se me prendeu" a língua o que até convém para eu não ter que a soltar, pelo menos hoje.

EXCELENTE post!

João Martins disse...

Estou mesmo, quase, quase, a declarar-me um vencido da vida...à maneira da geração de 70...do séc. XIX...que se sentia impotente face à hilariante fantochada social.
Cumprimentos e obrigado pelo post...pois assim não penso que estou a enlouquecer e a ver coisas que mais ninguem vê.
Agradecido.

Outro humilde cidadão disse...

Olhem, eu cá sou muito modesto também. Por isso, acho que me vou candidatar a autarca. Do ano, do biénio, do triénio... olhem, desculpem lá a modésta: vou ser autarca do século!
Por isso, vou já começar a tratar da papelada para as eleições. Vou candidatar-me à Câmara de Loulé. Portanto, óh Dr. Seruca, portanto, óh Dr. Hugo... tirem lá o cavalinho da chuva, porque quem vai ser eleito, sou eu!
E escusam de andar por aí a cortar-me na casaca porque eu vou contratar já a tal Voz Meridional, ou lé o que é para tratar da minha consagração como autarca do século.
Isto é que é modéstia, meus amigos.
Além disso, desde que tenho estes óculos novos para ler ao pé, também tenho uma visão muito larga para os problemas das populações. De Loulé, do concelho, do país e do mundo!
Sou, ou não sou um pilar da Democracia?
Viva eu!

Anónimo disse...

Aiiii....!!!

Se a dôr de cotovelo matasse....:)

Anónimo disse...

Deixe lá o homem receber a condecoração em paz....!!!

Mas isso incomoda-o assim tanto...???

Ja viu bem a história que você foi desencantar, para que fiquemos todos a saber que é um jornaleco qualquer, gerido por mentecaptos, e por óbvia associação, o prémio entregue pelos mesmos especímes, obviamente, que dispensa comentários....bem como quem o recebeu...

Pronto...obrigado, caríssimo Lourenço...!!!

Não sei o que seria de nós sem a sua vanguarda e excelência intelectual......

Anónimo disse...

Na pele do Dr. Seruca Emídio, pessoa de qualidades bastantes e cuja seriedade é o maior trunfo junto dos seu eleitores, tomava rapidamente três decisões:
1- Não recebia mais o Sr. António Marques;
2- Reformulava o Gabinete de Apoio à Presidência;
3- Desvalorizava até ao apagamento este nefasto evento.
Sou eu a decidir e não ele... mas, como julgo que lhe interessa o reflexo público daquilo em que se envolve, vou dizer-lhe o porquê das sugestões estratégicas que apresento não vá estar demasiado ocupado na manutenção da própria imagem para não ver o monumental tiro no pé que deu ou foi levado a dar... Temos que o cidadão jornalista António Marques é aindda pior que o colonista da Cruzada e os eleitores louletanos JÁ não acreditam na "publicidade paga" e mais, sou eu a pensar, esta falácia vai perder muitos votos, porque declarações destas não se publicitam, são sentidas pelos eleitores na hora do voto, ou não se impostas pelo próprio!
Mas quem sou eu para sugerir actos a tão insigne figura de uma terra de tão grande prosperidade?
http://ssebastiao.wordpress.com

José Carlos disse...

Parece que, sobre a matéria, estamos todos de acordo...
Realmente, o jornalismo que temos... não passa de pseudo-jornalismo, atento, venerador e obrigado.
Sobrevive à custa da subserviência, borrifando-se para a função social que deveriam ter...
Quanto à actuação da quase totalidade dos autarcas... nem merece que percamos tempo à procura da adjectivação...

Africa Tentação disse...

Aquando do porte pago; até que dava geito uma carrada de titulos. Agora mudaram os tempos, e a comida está cara, e a malta tem de comer. Lamento a presença de um convidado amigo de longa data, a quem o sr director das "vozes" não tratou com muito respeito. O Jornalismo do presidente da Associação, já conhecemos "serviçal" como convém.

Anónimo disse...

Louletutano

Eu até sei que o bom do dr. Seruca não tem culpa de ser um homem sério e bem relacionado, por isso também não tem culpa de ter um gabinete de (des)apoio à presidência que em vez de dividir o que é bom por várias "aldeias", onde também não faltam muitas notícias louletanas, só provoca "ralações" ao presidente, que cada vez são mais públicas com este tipo de escolhas, como aquela de só se virar e dar "guloseimas" a um tal aldeão que tem a mania que é o único a sul da região.

Anónimo disse...

No fim do repasto, e com tanta mostra de solidariedade noctívaga dada pelo meu amigo expert, acordei sobressaltado. Não era vulgar entre os rapazes dos jornais tanta safadeza... Fora um pesadelo (à moda de Boliqueime) e pêras. Que só acabou quando, estremunhado, fui acordado timidamente, mas aos safanões, por voz amiga que me perguntava com ar doce e ingenuamente: “Estavas a sonhar com ladrões?”.

Por C. Ferreira
(ALGARVE REPORTER em Terça-feira, Abril 15, 2008)

http://www.algarve-reporter.com/2008/04/pesadelo-algarvia.html

Porta do Mercado disse...

Autarca do Ano
O ano é de eleições e há que gastar rios de dinheiro em publicidade na imprensa local e regional para que o presidente da câmara seja eleito o autarca preferido ( e apetecido) pelos jornalistas, atribuir-lhe um prémio (pago com um apoio da CML?) durante um almoço no Almansor (pago por quem?....) e com reportagem da gazeta de lagoa, a quem a CML comprará pelo menos 1000 exemplares.
De há 3 anos para cá, a Asorgal inventou a eleição do “Autarca do ano”. Vai daí, uma vez por ano, o presidente da associação elege a vítima. Ops, elege, por unanimidade, o autarca que há-de pagar uma almoçarada para ser consagrado pelos amigos e… pela Gazeta & Friends.
No ano passado, Seruca Emídio foi o “eleito” o «autarca do ano» que pagou o almocinho.
E pronto, aí temos nós a Câmara de Lagoa a pagar à Gazeta uma extensa notícia, acompanhada de um conjunto de fotos, a dar conta da cerimónia.

«Porta do mercado»

http://portadomercado.blogspot.com/2009/05/autarca-do-ano.html