já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Ambulância de «suporte imediato de vida»

chegará mesmo em março, a quarteira?
Ana Jorge, ministra da Saúde, esteve ontem em Albufeira, em reunião onde estivemos, para apresentar a «Rede de Urgência Básica do Algarve».

Estes serviços, integrados nos centros de saúde de Albufeira, Loulé e Vila Real e ainda no Hospital de Lagos, são completados pelos serviços de «urgência polivalente» do Hospital de Faro e de urgência médico-cirúrgica do hospital de Portimão.

Em Loulé, como em Albufeira e Vila Real de Santo António, esta unidade conta com dois médicos, três enfermeiros, um técnico de radiologia, equipamento de RX digital, electrocardiograma com desfibrilhador, análises clínicas e sistema de triagem de prioridades, ligados por via informática aos hospitais.

A rede de urgência inclui ainda três viaturas médicas de emergência e reanimação, sedeadas em Portimão, Albufeira e Faro e duas ambulâncias de «suporte imediato de vida», em Tavira e Lagos. Em Março chegarão outras duas: uma para Castro Marim e outra para Quarteira / Loulé .

Afirmou a ministra que, deste modo, o Algarve é a primeira região do País onde a rede de urgência e emergência ficou concluída.

Aquilo da ambulância para Quarteira/Loulé é que vamos ver o que significa, agora que nem temos instalações capazes para bombeiros, desde que "dispensaram" as de Vilamoura...

5 comentários:

Anónimo disse...

Oh Zé Carlos, a ambulância pode ficar na estação de comboio! À lá um barracão que não serve para nada e assim estava certo Quarteira/Loulé!

Anónimo disse...

Isto já enjoa: os do PS fecham hospitais, os do PS fecham maternidades e centros de saúde. Agora a moda é ter consultas por telefone onde somos atendidos por enfermeiros (em alguns casos) ou por "assistentes qualificados" para evitar idas aos hospitais. Responsabilidade? GOVERNO PS. Nascem crianças nas ambulâncias: responsabilidade? GOVERNO PS. Morre-se com falta de cuidados básicos porque as ambulências não chegam a tempo e porque o coordenador regional agiu em conformidade com os meios de que dispunha, por isso não é criminalmente responsável. Responsabilidade desta trapalhada toda? GOVERNO PS! Por menos foi DEPOSTO um GOVERNO DE MAIORIA. Qual é o preço de uma vida? Não interessa porque só interessa poupar dinheiro. Ninguém no governo se interessa por vidas só, por votos. Pedem-se medicos para o centro de saúde de quarteira e são negados. A Câmara paga tudo o resto e a solução é negada. Responsabilidade? GOVERNO PS! Há falta de polícias e GNR e quem deveria providenciá-los? GOVERNO PS! Há falta de escolas e quem deveria construí-las? GOVERNO PS. Fecham-se escolas, maternidades e tribunais, autorizam-se clínicas de abortos, referenda-se o casamento gay, nacionalizam-se bancos mas deixa-se fechar fábricas onde trabalham imensas pessoas e ninguém no governo se interessa pela maior exportadora nacional. Responsabilidade? GOVERNO PS! Deixamos de avaliar alunos e passamos a avaliar professores, passamos a ideia de que tudo é possível sem esforço porque a responsabilidade pelos maus resultados é dos professores. Responsabilidade? GOVERNO PS! Caminhamos para uma implosão social. Responsabilidade? GOVERNO PS! E vocês estão preocupados com o aspecto de uma senhora que é séria e sobre quem não paira uma sombra de suspeita? Contra um gajo que se licenciou a um Domingo, assina projectos de outros, fecha uma universidade para que não haja mais suspeitas contra si, é mencionado várias vezes num eventual caso de corrupção, inventa coisas como a co-incineração, arranja grandes tachos a amigos em empresas que depois fazem grandes negócios exclusivos com o Estado, salva a JP Sá Couto da falência mas não entrega os computadores aos putos das escolas mas anda a mostrá-los em cimeiras internacionais, não dá armas aos polícias porque não lhes compra os coldres novos... LIVRA!! Responsabilidade por este caos quase irreversível do país? GOVERNO PS!

curioso disse...

Que é isso da a JP Sá Couto, anónimo?
Explique lá melhor, sff

M. Rosa disse...

Ó anónimo: quer dizer que este Governo encontrou um país PERFEITO e desatou a estragar tudo????
Veja lá isso, amigo. Com óculos de mais que uma cor.

Anónimo disse...

Há 12 anos atrás estávamos melhor. Quanto à JP Sá Couto, sabemos que tinha dívidas fiscais e estava prestes a entrar em colapso até esta ideia magnífica dos Magalhães ter surgido. E o que dizer de dar os artigos de manhã aos destinatários, para a fotografia, e tirá-los à tarde? Sucedeu com os Magalhães e com as novas pistolas para a PSP. No caso das pistolas, não havia os coldres. No caso dos Magalhães, apareceram na cimeira Ibero-Americana para o Chávez os atirar ao chão e provar que são quase inquebráveis. Só digo isto: foi deposto um Governo de maioria por "trapalhadas" bem menores. Por mim, já tinham ido de pinote mas o Cavaco está numa de cooperação estratégica! Quanto à ambulância para Quarteira, acho que merecemos bastante mais. Saía mais barato a contratação de 2 médicos por parte da ARS e a CML assumia todas as restantes despesas. Passávamos a ter o centro de saúde aberto 24h/dia. Mas, como sempre, não sei se a ambulância estará lá depois da reportagem da TV. Se for como no caso das pistolas...