já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Idoso detido por usar esparrelas

sujeito a termo de identidade e residência
Imagem: «O homem, as laranjas, o passarinho», foto captada na Net
Noticiava hoje o semanário «Região Sul» que ”a GNR deteve em flagrante delito um homem de 71 anos pela prática de caça ilegal de aves cinegéticas e não cinegéticas com armadilhas artesanais (esparrelas). O homem tinha na sua posse 58 armadilhas e diversas aves capturadas.”

Um crime sem perdão, a merecer cadeia imediata. Talvez a pena de morte, se a tivéssemos! Presente a tribunal, foi lhe determinada a medida de «termo de identidade e residência».

Não é que não seja condenável esta caça. Mas é sobre esta gente que a GNR tem de ser assim rigorosa?

Sobre um velho de 71 anos, cuja sobrevivência, provavelmente até está dependente da sua pobre actividade com esparrelas artesanais?

E aqueles que destroem florestas em larga escala? E os comerciantes sem escrúpulos? E os ladrões e criminosos que pululam por aí? E os salteadores de velhos e crianças? E os receptadores de artigos roubados? E os exploradores de carne humana? E os traficantes à luz do dia?

Esses podem andar livremente por aí, provavelmente a conduzir - «Audis» ou «Mercedes» descapotáveis, sem sujeição a termo de identidade e residência?!

Valha-nos Deus, porque com as polícias que temos… só mesmo para autuar automobilistas distraídos ou prender velhotes com fome de um arroz de passarinhos!

7 comentários:

José disse...

a justiça aqui no meu pais, é assim.pesada e injusta para os mais fracos.Os mais fracos também
são mais faceis de apanhar
Eu ando aqui por a internt há ainda
pouco tempo, gosto de comentar
mas não percebe muito disto,dou a cara,e nos comentários que faço
uns trazem palavras a mais,outros
a menos,sei que há regras a cumprir
era preferivel não publicarem
do que estarem a violar o meu
comentário.Eu tive na guerra há
quarenta anos e muitas cartas que
eu escrevia não chegavam ao seu destino. mas nesse tempo havia a pide e o facismo

um abraço

K.Karen disse...

ainda bem que fui para a holanda viver e deixei este país miseravel.
Na holanda é tudo melhor não á fome nem droga nem prostituição,façam como eu arranjem um gajo holandes e pirem-se daí para fora.

Kukagente disse...

Portugal é um país de "engraçados" e "espertalhões"; veja-se o kaso BCP, BPN, etc.
Até há "pobres" ke não são "pobres".
Conheço 2 ke inventam "pobreza" só para não fazerem komida em kasa!
Kem tem reformas de 600 Euros, não é muito, mas não se justifika ke se armem em "pobres" retirando aos ke verdadeiramente necessitam, os bens mais básikos, komo a komida.

Cesar disse...

Você tem razão... mas isso não impede a GNR de só actuar junto dos maois indefesos...

mas garanto-lhe que para o ano (2009) muitas 'benesses' e iniciativas v'ao acontecer... é que muitos destes seres ainda votam e 2009 vai ser o ano de todos os actos eleitorais.
Logo o apoio e promessas destes personagens e de todos os outros.
E pensar que somos um País que, com Trabalho e Empenho tudo teria...
Cps.

Isilda disse...

A GNR quando é precisa nunca aparece. Estão distraídos...
O velhote só tinha umas armadilhas de arame para pardais...

Anónimo disse...

tambem eu(13anos) armo ao passaro e tou-me a borrifar para a GNR isso é uma estupides ser ilegar que mal tem apanhar uns passarinhos para petiscar

Anónimo disse...

sou de alijo,33 anos e tambem armo esparrelas,alcapoes,ratueiras e lacos.morrer a fome e que nao morro.e quando a jnr me tirar as armadilhas vou comer a casa deles.