já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

domingo, 8 de março de 2009

Dia Internacional da Mulher

direitos da mulher - para uma sociedade mais justa
Ao longo de milénios, a mulher foi considerada intelectualmente inferior, um ser incapaz de assumir responsabilidades cívicas, tendo de, por isso, estar sujeita à tutela do homem, fosse ele o pai, o marido, ou mesmo o irmão.

Era considerada como esposa, como mãe; era a fada do lar, mas não tinha poder de decisão sobre o património, rumo familiar ou sobre a educação dos filhos.

Quando, por grande necessidade e para o sustento da família, trabalhava, apenas se ocupava de tarefas e ofícios rotineiros, auferindo sempre salários mais baixos do que o homem.

Contudo, as mulheres que desafiaram estas restrições e lutaram pela mudança verificaram que o preço a pagar por esta modificação era algo de valor inigualável: a riqueza das suas próprias experiências de vida e feminilidade.

Aos poucos, a mulher está a conseguir, dentro da sociedade, um espaço próprio, num mundo vertiginoso, onde as mutações são constantes, pois doutrinas, ideologias, regimes e governos passam, e muitos valores caem em desuso.

A União Europeia integra esta política de igualdade de género, desde a sua constituição, no Tratado de Roma, em 1957, mas 52 anos depois, persistem as discriminações e as desigualdades de oportunidade, quer nos meios laborais, quer nos sociais.

Acaba de ser publicado um estudo encomendado pelo Comissário para a Igualdade de Oportunidades e que é divulgado como um ponto de reflexão para o Dia Internacional da Mulher, que hoje se comemora para reafirmar o reconhecimento dos direitos da mulher como condição para uma sociedade mais justa. Cinquenta e dois anos depois da assinatura daquele tratado, o estudo revela que a igualdade entre homens e mulheres ainda está longe de ser efectivamente assumida na Europa.

Ao contrário, persistem as discriminações e as desigualdades de oportunidade, quer nos meios laborais, quer nos sociais.

Apesar do princípio - por todos “aceite” - que determina que, para trabalho igual, salário igual, o estudo denuncia que, na prática, as mulheres recebem, em média, menos 17,4 % do que os homens. Em termos de carreira profissional a situação não é melhor, pois, ainda que o número de mulheres qualificadas literária e profissionalmente seja cada vez maior e, em muitos sectores, ultrapassem as dos seus colegas homens, são estes que, na generalidade ascendem aos lugares de chefia. As desigualdades de género vão mais longe pois, no seio da própria família, não existem ainda responsabilidades partilhadas – nem na gestão e prática doméstica, nem na educação dos filhos e, assim, a igualdade de oportunidades está cada vez mais posta em causa, evidenciando a dificuldade de conciliação entre o trabalho e a vida familiar.

A sociedade só será mais justa se acolher todos de forma inclusiva e não discricionária, se garantir às mulheres a igualdade em oportunidades e tratamento no trabalho e no emprego, bem como na vida cultural, social e familiar. A identidade da mulher não depende da sua identificação com o homem.

Precisamos encarar a mulher e o homem como dois seres que caminham juntos, lado a lado, com valores e formas de vida igualmente válidas.

23 comentários:

Augusto disse...

Felicidades para todas as mulheres da nossa terra.

Marília disse...

Elas continuam a ganhar menos do que eles e a serem agredidas dentro da própria casa, mas hoje estão mais protegidas e têm mais consciência dos seus direitos. O Estado tem integrado a igualdade de género em todas as políticas públicas e a legislação portuguesa é das mais avançadas do mundo. E vêm aí as primeiras eleições paritárias de sempre.

GALANTE disse...

TALVEZ FOSSE O MELHOR MOMENTO VOTAR NUMA MULHER ( MANUELA F. LEITE ) JA SE VIO QUE A SALOIADA QUE LA ESTA SAO UNS INCOMPETENTES MARICONES ... VOTE NUMA MOLHER NESTAS ELEICOES M.F.L.

Homem disse...

Eu gosto muito da mulher e acho que a mulher é a maior maravilha, o maior encanto de toda a Criação! Querida Mulher!

homem abatido disse...

Deus quando criou o Homem e a mulher tomou a precauçao de fazer o Homem mais forte fisicamente porque senao até porrada levavamos delas,mesmo assim ja ha alguns que levam,o que nos safa é a força.

Alef disse...

Infelizmente e ainda um privilegio ter acesso as mesmas oportunidades que os homens. Ha ainda muitos paises onde as mulheres nao tem quaisquer direitos, onde nao tem acesso a educacao e nem sequer se podem manisfestar. Por isso faz todo sentido que IWD exista ja que foram mulheres que lutaram pela sua existencia, porque geracoes de mulheres lutaram para que hoje algumas sejam ja tratadas como iguais e tenham condicoes para competir com homens nas mais diversas actividades mas sobretudo faz sentido que este dia exista porque ainda ha muitas mulheres que nao tem qualquer direito, que nao tem acesso a educacao, que sao vitimas de regimes que nem sequer as protegem das mais violentas atrocidades. Pior, ha ainda raparigas que nem chegam a tornar-se mulheres... Por ser ainda um privilegio ser mulher com direitos reconhecidos temos o dever de continuar a luta para que cada dia mais e mais mulheres tenham acesso a IGUALDADE de oportunidades!

A.P.D. disse...

Enquanto as mulheres nao se respeitarem a elas proprias nunca haverá igualdade. Isso parte de cada um, eu falo por mim que respeito as pessoas pelo seu caracter sejam homens ou mulheres, sejam ricos ou pobres. A lei da paridade nao deve existir, os homens sao melhores numas coisas as mulheres noutras, sempre foi assim, se uma mulher for mesmo boa numa coisa deve ter as mesmas opurtunidades e nao ter o que quer so por ser mulher. E por mais que tentem nao vao conseguir por os homens gravidos. eheh Isto do dia da mulher e uma treta, eu todos os dias respeito as mulheres, apesar delas gostarem mais de ser maltratadas.

J. Amado disse...

o dia está a findar, para o ano há outro dia da Mulher e a realidade é que vai ficar tudo na mesma: elas vão continuar a serem descriminadas, a terem de se esforçar o dobro ou mais. Quanto aos ditos homens, há aqui os recalcados que foram preteridos e destilam frustração e algum ódio. OS HOMENS COMEÇAM AS RELAÇÕES, AS MULHERES ACABAM-NAS ! Pensem nisso seus machistas de 2ª categoria , os tempos mudaram, ah ah ah !

Anónimo, Pinhal de Frades disse...

SRA: ALEF: Presumo que não estou enganado, ao dirigir-me a si na condição de mulher. Não podia estar mais de acordo, apenas contestando,quando diz "nós mulheres que têm o previlégio".Quando, com o nosso empenho,dedicação,saber e isenção,atingimos qualquer patamar de direcção na sociedade, È UM DIREITO.

Fernando disse...

E Deus fez o homem! Da sua costela fez-lhe uma ajudadora e disse-lhe, que ela andaria a seu lado, nem à frente nem atrás, mas a seu lado! (tradução livre). Por isso, como homem eu gostaria que neste mundo cada vez mais hipócrita e mal frequentado se cumprisse isto! Que as mulheres, todas as mulheres, nunca estivessem nem à frente, nem atrás, mas ao lado do homem, porque elas são na verdade uma parte do Homem no seu todo sem qualquer distinção! A diferenciação sexual é apenas complementar e para satisfação enorme de ambos e para dar cumprimento à ordem: Crescei e multiplivai-vos! E isso é o melhor da vida... Rosas ou a flor de que mais gostarem para todas!

HOMEM disse...

Mulher: um mal necessário à Humanidade. Sem ela, nós, os Homens, não seriamos nada. Viva a Mulher, com todos os seus defeitos e as suas virtudes. Sem ela, a vida seria sensaborona.

Anónimo disse...

Ó senhor galante o senhor já está a
fazer campanha não se esqueça que
a Manuel Azeda o Leito, já lá teve duas vezes e ainda hoje pagamos por conta por causa dela, e isso também
a judou a enterrar o pais tendo
agora como coveiro o Socrates.
Para mim qualquer mulher deste pais
podia mandar em Portugal.Mas esta senhora não porque já mostrou a sua incompetêcia!!!!

José disse...

ó senhor galante o senhor já anda a fazer prepaganda politica? Mas olho que a Manuel azeda o Leite já lá teve por duas vezes e não mostrou nada de jeito, ela até ajudou a enterrar o pais onde o Socrates agora é o Coveiro

com a sua cabeça tonta deixou-nos
a pagar por conta

Anónimo disse...

cuidado com elas!!! a pouco e pouco já começaram a tomar o poder e qualquer dia ainda se põem a fumar no meio da rua e a querer ganhar tanto como nós....

Anónimo disse...

A quem interessa a a descriminação feminina e a promoção artificial da mulher?

Marta disse...

Homens a opinar sobre como uma mulher pensa, age e toma decisões ou como é que as deveria tomar. Srs. o facto ao qual ninguém refere é que uma mulher dos dias de hoje é muito mais independente do homem que há uns anos atrás e penso que é isso mesmo que faz uma certa “comichão mental” a muitos homens. Vem falar de família? De decisões difíceis? Muitos de vós (homens) o que é percebem destes assuntos? Pensam que cuidar de uma casa é só limpar casas de banho e que cuidar das crianças é só mudar as fraldas? E por acaso, desde quando é que são os homens os seres com superior capacidade para tomar as chamadas “decisões difíceis”? Só digo, que ridículo chega a ser um homem.

Emancipada disse...

No "Dia do Pai", as creches e as famílias ensinam as crianças a homenagerem os Pais; No "Dia da Mãe", passa-se a mesma coisa para homenagearem as "Mães": No "Dia da Mulher" é uma pouca vergonha. Elas saem a jantar fora, aos grupos, ruidosa a histericamente; embebedam-se e vão a sessões de "strips" de homens; libertam-se de "tabus" e fazem coisas impudicamente e até dão facadas no matrimónio. Mulher verdadeira não precisa do "Dia da Mulher". Pelo menos para ser comemorado dessa maneira.

Grupilho disse...

"O pior inimigo da Mulher, outra Mulher" !

Mal-trapilho e mal-tratado disse...

Eu também quero igualdade porque estou farto de mijar de pé.

Pedro Santos, Suiça disse...

É muito grave o que se está a fazer e esta crise pode ter algo a analisar na perspectiva de mulher\homem. nos últimos 20 anos têm-se tomado medidas compulsivas nesse aspecto, as novas gerações estão agora a chegar, não são elas as culpadas, mas sim todos nós que temos conduzido a situação, olhando simplesmente pelo bem que se proporciona às mulheres, sem precaver o mal que fez e vai fazer aos homens, que consequentemente vai fazer às mulheres. lei da paridade é castradora, é subsidiária, é antifamilar, é destruidora de respeito e palavra de honra. Virá o dia em que a mulher procurará o conforto de alguem que assuma as decisões dificeis e não incontrará homem capaz de aceitar essa responsabilidade. Vêm aí a desresponsabilização em que todos atiram culpas e que ninguem assume nada. é mais confortável para o homem e mais depressivo para a mulher. em minha opinião digo e assumo que é muito difícil tomar decisões. foi tudo demasiado rápido e a testosterona deve ser administrada em quem as quiser tomar. (referida série portuguesa)o conceito de família, amor, armonia, avos, pais e filhos, a jantar e a viverem todos em conjunto nos dias de hoje é já utópico para as novas gerações.

Pedro Santos

AHAH disse...

Esperamos todos para breve iguais quotas na construcao civil e afins.

Tavirense ajuizada disse...

Parem de fazer de nós coitadinhas. Mulheres deixem de se vitimimizarem. Nós não somos santas e todas sabemos que tb fazemos a vida bem negra aos nossos homens. Aliás, hoje penso que dum modo geral são mais vitimas que nós. É certo que em casa trabalhamos mais e damos mais assistencia aos filhos, mas eles psicologicamente são muito mais vitimas que nós. Ponham a mão na consciencia e digam lá se isso não é verdade? Nós somos mais matreiras, egoista, invejosas e muito pior colegas que eles. Claro que tem mais força fisica e como tem menos neurónios, atacam mais pela força, e daí o descalabro da violencia domestica tão falada, mas nós se tivessemos o poder fisico deles de certeza que haveria muitos a sofrer tantos ou mais maus tratos fisicos que nós. Isto é verdade. Temos que ser honestas.

Paulo disse...

Não acham que ao existir um dia da mulher já é uma forma de discriminação ? Não há outra razão para que exista e entendo que só numa sociedade machista é que pode existir um dia da mulher.