já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

segunda-feira, 16 de março de 2009

Uma creche em Salir

e mais outra vez as creches de quarteira
Imagem da cerimónia do passado sábado, foto dos arquivos da CML
No passado sábado, dia 14, o presidente da Câmara de Loulé foi a Salir proceder à cerimónia simbólica do lançamento da primeira pedra de uma estrutura social que irá englobar uma creche e um lar para idosos.

Até aqui, tudo bem. Trata-se de mais uma obra resultante de uma candidatura da Associação Amigos de Salir ao programa PARES, portanto, comparticipada pelo Instituto de Segurança Social e pela Câmara Municipal de Loulé.

Onde as coisas começam a ser estranhas é na nota de imprensa que a câmara mandou distribuir, onde se faz, pela enésima vez, referência a outras obras, em execução ou que estão para executar: um lar para idosos em Almancil, uma creche em Loulé, projectos para lares de idosos noutras freguesias e, uma vez mais, as duas creches que hão-de nascer em Quarteira: a da Fundação António Aleixo, e a do Centro Paroquial, junto da Igreja das Pereiras.

Não deixa de ser curiosa esta forma de propaganda usada pela autarquia louletana: de cada vez que faz uma operação referente a um novo equipamento, o seu gabinete de propaganda faz referência a todos os outros equipamentos que foram, são, ou talvez venham a ser construídos no concelho…

Faz-se uma nota de imprensa quando se procede à candidatura de uma obra, outra nota quando se inicia o projecto, outra quando o projecto está pronto, mais outra nota informativa quando o executivo aprova a construção, outra quando a Assembleia Municipal a autoriza, outra quando se lança o concurso, outra… outra… Deste modo, cada obra “merece” ser notícia uma dezena de vezes.

Estão a ver? Assim, "re-re-publicitada", cada uma das obras e com referência a todas as outras, os jornais vão transmitindo a ideia de que a Câmara faz muito. Muito? Não. Muitíssimo…

Como se fôssemos todos parvos.

7 comentários:

Anónimo disse...

Está a chegar o dia do "juízo final", por mais propaganda que façam, desta vez essa estratégia não vai colar. Quero um concelho moderno e de visão - como o foi há uns anos - não "salazarento" e virado para o passado.
Joaquim Vairinhos, o meu voto e o de toda a família cá em casa será seu!

Hilário

Anónimo disse...

O meu voto e toda a minha familia
t/b será pra o Joaquim Vairinhos!

Anónimo disse...

entao deve ser as unicas porque uma familia que vota em alguem que nem ligou ha familia nao sei o que pense

Artur disse...

Vairinhos será o único capaz de devolver ao concelho a dignidade que já teve.
Força, Vairinhos. Eles estão com medo

Anónimo disse...

É uma vergonha como estes tipos gastam dinheiro em propaganda.
Já viram as revistas, as agendas, os folhetos por tudo e por nada?!

Rita disse...

Vairinhos preocupou-se com Quarteira. Depois dele tem sido uma santa miséria

Paulo disse...

Chega de incapacidade e de arrogância. Viva o PS !