já fizeram uma visitinha

Amazing Counters
- desde o dia 14 de Junho de 2007

segunda-feira, 2 de março de 2009

Macário na guerra das fronteiras

contra as preocupações de tipo "quase medieval"
Imagem: fotomontagem de Galiós
Segundo o «Observatório do Algarve» de hoje, Macário Correia, candidato do PSD à Câmara de Faro, pretende criar uma comissão de trabalho para resolver a indefinição territorial da zona do Parque das Cidades, Arneiro e limítrofes, ou seja, uma parte da fronteira entre os concelhos de Faro e Loulé.

Diz Macário Correia que se trata de uma situação "única" em Portugal, que consiste na existência de um território de cinco quilómetros quadrados cuja fronteira não está definida e onde vivem quase mil habitantes e onde a história, a geografia e o cadastro "andam desencontrados", o que "não faz sentido”.

O candidato à autarquia farense considera que “uma capital regional” não pode ter na sua agenda preocupações de tipo "quase medieval".

Ou seja: Macário ainda não é, nem talvez venha a ser, presidente do município mas já se preocupa com coisas tão importantes como as - “fronteiras entre concelhos”!... Como se essas fossem as questões que preocupam e perturbam a vida dos cidadãos…

Não se pode dizer que sejam bons sinais…

7 comentários:

Anónimo disse...

É um "bom começo", sim senhor. Ainda haverá por ali Mouros ou Castelhanos? Boa ilustração!

Anónimo disse...

e depois digam que Vairinhos não tem razão??

Abílio disse...

Ah ganda Macário! Se nao ganhares as eleições, como ficastes sem Tavira, pode ser que te nomeiem regedor do parque das Cidades!
Ka ganda kruzada!

Felícia disse...

Não percebem, não? o lambe cinzeiros está a ver se é elito e depois reclama para faro a posse do estádio e do hospital central.
Que grande ponto é este Macário!

Anónimo disse...

Épah! Onde é que o calçadão foi descobrir esta foto? querem ver que o macarinho se mascarou no carnaval?????

Marco disse...

Caramba! Vai haver mobilisação geral e vai voltar o serviço militar obrigatório para servir as ordens do general macário...
Mas ele foi a tropa?

Anónimo disse...

se a cavalaria avança sobre o parque das cidades vai ser uma carnificina